07 dezembro 2009

Carpe diem



"A vida passa correndo e mesmo aqueles com a visão mais aguçada não a enxergam..."

"Não tenha medo do futuro. Ele só é amanhã. Você sabe exatamente quanto tempo demora para ele chegar. 24 horas..."

(trechos extraídos desse lindo post escrito pela minha amiga-irmã-parte-de-mim-mesmo, Violet Scott)



Qual a relação entre esse lindo post e esse tocante comercial da Coca-Cola? Fora o fato de que eu vi ambos nesta manhã em um intervalo de poucos minutos (e que ambos foram enviados para mim por pessoas que eu amo muito), tanto o texto quanto o vídeo abordam o mesmo assunto: a incerteza do futuro e a esperança/fé/gratidão no presente.

No mundo em geral (ex.: crise econômica) e na vida em particular (escolha sua própria crise pessoal), temos sempre a tendência de acreditar de que este momento que estamos vivendo é o pior de nossas vidas e que parece que isso nunca vai acabar. Esse tipo de pensamento não apenas nos faz mal, mas também é irrealista por dois motivos:

  1. não importa o quanto as coisas pareçam estar difíceis, elas sempre podem piorar

  2. mesmo que as coisas pareçam insuportáveis (e mesmo que elas piorem), um dia tudo irá se resolver e você irá perceber que sim, você era capaz de superar isso


Claro que é muito mais fácil olhar para trás no futuro e perceber isso, do que acreditar agora, neste momento, que tudo pelo que você está passando irá se resolver. Mas é nesse ponto que a decisão passa a ser sua, pois por mais que você não possa controlar a situação, você pode (e deve) controlar a sua reação à situação.

Não, isso não é algo fácil de conseguir, e isso exige uma atenção constante às suas próprias emoções, aos seus próprios pensamentos, procurando sempre manter o seu lado positivo por perto.

"...você não pode ligar os pontos olhando para o futuro, você só pode ligá-los olhando para o passado. Então você tem que confiar que os pontos vão, de alguma maneira, se ligar no futuro. Você tem que confiar em alguma coisa, seu instinto, destino, vida, karma, qualquer coisa. Porque acreditar que os pontos vão se ligar em algum momento, vai te dar confiança para seguir seu coração, mesmo que te leve para um caminho diferente do previsto. E isso fará toda a diferença..." (Steve Jobs)


A jornada parece ser muito árdua para ser caminhada sem companhia? E quem disse que você deve caminhar sozinho(a)? Justamente nesses momentos é que você deve cercar-se de amigos, familiares, e qualquer pessoa que genuinamente se preocupe com você e que possa te ajudar a continuar seguindo firme. Faça atividades que te ajudem a entrar no seu "universo particular", esquecendo do resto do mundo, seja um bom livro, um filme ou qualquer outra coisa que te ajude a relaxar (ou pelo menos não se preocupar tanto por alguns momentos).

Outra coisa que costuma ajudar é pensar em tudo de bom que você tem. Sim, é muito mais fácil reclamar da sua vida quando você não pára para refletir sobre quantas coisas boas você possui, coisas que outras pessoas adorariam ter e apenas imaginam como seria. Você tem uma família próxima que te ama? Você tem um bom emprego? Você tem um lugar para morar? Você pode ir ao cinema de vez em quando? Você pode comprar um bom livro e ler? Você tem alguém com quem conversar? Então seja grato(a) pelo que você tem, aprecie e dê valor as coisas boas da sua vida, por mais simples que elas possam parecer.

Talvez isso seja apenas meu estilo de vida, de personalidade, mas acredito que, independente do que você tentar, independente do que você acreditar, o importante é você fazer algo, algo para você mesmo, algo que te ajude a sentir-se melhor e te dê forças para seguir sempre em frente. Dias melhores virão, pode ter certeza disso. E enquanto eles não chegam por aqui, aproveite o máximo que você puder do presente.

"Viva no presente. O passado já se foi; o futuro é incerto - mas o presente é real, e suas oportunidades são agora. Você precisa ver essas oportunidades; elas têm de ser reais para você. O segredo é que elas não irão parecer reais se a sua mente está soterrada em falhas do passado, se você continua revivendo erros antigos, culpas antigas, tragédias antigas. Lute contra os traumas inevitáveis do seu ego, escape a condenação pelo passado, e olhe para as oportunidades do presente. Eu não quero dizer algum momento vago no presente - talvez na próxima semana ou no próximo mês. Eu quero dizer agora, neste minuto." (Maxwell Maltz)

5 comentários:

Macaco Manco disse...

É bom ter vc de volta, Leo :)

Fernando Lee disse...

Macaco Manco = Lee com odio de antigos profiles do google sem preview do resultado. Pronto passou. :D

Léo disse...

Hahaha.... valeu, Lee! :)

L. Assis disse...

Seu post era exatamente a leitura que eu precisava hoje, depois de um fds complicadissímo.
". Lute contra os traumas inevitáveis do seu ego, escape a condenação pelo passado, e olhe para as oportunidades do presente"
Ótima semana para nós.
Beijos

Léo disse...

É ótimo saber que de alguma forma meu post ajudou alguém.

Muito obrigado mesmo. Seu cometário já fez valer meu dia.

Uma semana mais do que maravilhosa para você! :)

Beijos,
Leo